Minha infinita wishlist de cinco desejos

Essa não deverá ser uma postagem tão comum aqui no blog, afinal, este é mais um famigerado wishlist (porém com algumas ressalvas).

Minha relação com o consumismo é bastante delicada (mas também impulsiva) e uma das coisas que mais faço é auto-crítica em relação ao que necessito realmente comprar. Às vezes passo maus bocados simplesmente porque sei que dá pra aguentar ficar sem algumas coisas consideravelmente supérfluas, como a troca de um celular mais lento que a reforma política, por exemplo, ou um novo notebook (já que por alguns meses deu para pegar emprestado o extra do companheiro, risos).

Isso ocorre comigo porque acredito que existem muitas formas de tentar driblar itens supostamente necessários na nossa vida. Pedir emprestado aos amigos, comprar versões mais baratas ou simplesmente aceitar o que já tem são formas de não comprar mais tralha e focar em outras maneiras de suprir nossos desejos. 

Já percebeu o quanto ficamos criativas quando estamos em um ambiente escasso? É realmente incrível (tanto no bom quanto no mau sentido).

Depois dessa premissa e agora que já saímos das preliminares você está pronta para a próxima etapa: a minha primeira lista de 5 desejos no blog.

  • Quero uma bicicleta

Além de adicionar uma alternativa ao transporte público, isso ajudaria minha saúde e eu finalmente sairia do sedentarismo que permeia a minha vida. Esse negócio de yoga nos finais de semana com ressaca não está dando muita produtividade. Além do mais, é uma bicicleta: agora que escrevo esse texto percebo o quanto faz tempo que não possui esse objeto. Pra falar a verdade desde criança que não tenho mais uma bicicleta pra chamar de minha. Imagina só comprar aquele vento no rosto, aquelas corridas contra meus inimigos invisíveis e a incrível sensação das mãos para cima enquanto tenho o perfeito equilíbrio sobre o restante do corpo? Vai ser simplesmente genial! ❤

  • Quero um celular novo

A minha recente história com celular reuniu um Moto X quebrado e uns quatro meses vivendo sem smartphone. Quando finalmente tive a grana investi em um iPhone 4s pra dar raiva até agora: não tem memória boa, é lento e não me oferece 100% dos aplicativos que eu gostaria de ter. Mas acho que esse item será um dos último a serem riscados da lista pois não tá fácil, amigas.

  • Quero roupas novas

Começar uma vida com trinta quilos e pouca grana é ter uma desculpa para renovar o armário de roupas. Além do mais já já chega o inverno e eu realmente preciso me abrigar, é uma questão de vida ou morte (é assim que convenço a mim mesma das coisas, entende?). 

  • Quero sapatos novos 

Certo, nem de longe sou uma Carry Bradeshaw mas realmente me faltam uns pares-chave como uma sandália (só tenho sapato, tênis e sapatilha e meu pé queria saber se pode respirar quando sai de casa), uma bota curta negra (para verão e inverno e porque a que eu tinha destruí nas minhas 5 semanas de trabalho voluntário na Argentina, afinal, quem faz trekking com um sapato da Via Uno?) e um sapato para a neve (nunca vi nem comi eu só ouço falar). Tentei comprar online uma botinha negra por R$ 50 na Dafiti, porém só tinha o número 35, e eu sou 37. Será um sinal do universo?

  • Quero bolsa nova

Depois de ter ido a várias festas um pouco mais elegantes (tipo casamentos) percebi que não tenho aquela famosa bolsa de festa que só cabe o batom e o celular. Além disso, vi uns modelos de couro de mochilas, bolsas e sacolas realmente maravilhosos de um produtor artesanal e agora gostaria de possuí-las sofridamente. Olha essa loja. O trabalho de arte deles é incrível minha gente, socorro.

Perceba o nível de consumismo de quase todos os desejos: eu já tenho quase todas as coisas, mas almejo novas e melhoradas versões dos mesmos objetos. Tsc.

Pra quem estava acostumada a gastar com poucas contas em casa e juntar tudo para viagens, hoje o que me sobra é ainda mais limitador para satisfazer todas essas vontades. Esse negócio de ter pouco dinheiro e nenhuma ajuda divina (ou de terceiros) é desenvolver cotidianamente aquela expressão TRADE-OFF que a gente aprende em administração: ter isso e não ter aquilo, escolher isso ao invés daquilo outro. E assim vai. Se você escolhe ler esse texto, você deixa de fazer outras coisas, entende? Esse é o espírito do trade-off. Filosófico. Acho que vou tatuar, HAHA.

Mas o pior é que justamente por eu me sentir em um ambiente com menos opções (antes tinha como pegar as roupas das irmãs emprestadas, por exemplo), acabo me presenteando com desculpas de comprar mais coisinhas. Apenas ressalto que considerarei o ano todo como meta para conseguir essas coisas e também só permitirei ter mais objetos se rolar uma doação das coisas que tenho e já não uso mais com tanta freqüência.

Sugiro que você também faça esse exercício: se entra algo no armário, outra coisa tem que sair. Assim criamos um desapego inteligente, sabe? E mantemos os objetos em circulação no mundo (e não aprisionados e solitários criando aquela energia ruim que até gente cética como eu acredita).

O que vocês acharam? Como está a listinha de vocês? 

Me conta aí nos comentários! ❤

Anúncios

5 comentários Adicione o seu

  1. Blog da Clah disse:

    Amei sua wishlist, também sempre quero roupas e sapatos.. faz parte da vida da mulher haha. Mas me controlo bastante para não ser consumista!
    Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. hahaha, nos é imposto diariamente desde que nascemos, né? 😛 mas quando comento que preciso é porque de fato não tenho algumas peças fundamentais, tipo um jeans para o frio, hahaha. Beijo! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Barbara M. disse:

    Quero MUITOOOOOO uma bicicleta!
    Pra ser sincera não piro muito em roupa e sapato, é mais quando rola aquele amor a primeira vista, sabe?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Acho que sou assim também, me dá preguiça de sair e comprar roupa porque me dá tristeza gastar dinheiro com isso e não com uma viagem, hahaha, daí acabo comprando roupas quando me apaixono também. Mas como disse, preciso comprar pelo inverno… :/ Brigada por comentar ❤ ❤ ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. yasgraeml disse:

    Não sei se sou só eu mas não tenho gostado do estilo das roupas, saio para comprar e não acho nada…
    Te indiquei no post Tags! http://goo.gl/MYlC5n
    beijjos

    Curtido por 1 pessoa

Vai ser incrível um comentário seu por aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s